• Weslley Gaspar

A escola pode cobrar rematrícula?



A escola de seu filho cobra 13 mensalidades, mas o ano tem apenas 12 meses.


Em época de renovação escolar, muitos responsáveis têm essa dúvida. Afinal, pode ou não pode?


A resposta é SIM. Mas desde que essa rematrícula faça parte do valor total anual. Sendo que o valor pago deve ser descontado da anuidade escolar.


É O QUE DISPÕE A >>> LEI No 9.870, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1999 EM PARÁGRAFO 5:


Senão vejamos:

O valor total, anual ou semestral, apurado na forma dos parágrafos precedentes terá vigência por um ano e será dividido em doze ou seis parcelas mensais iguais, facultada a apresentação de planos de pagamento alternativos, desde que não excedam ao valor total anual ou semestral apurado na forma dos parágrafos anteriores.

Importante a interpretação final do referido artigo. Deixando este a informação que, as mensalidades MAIS a taxa de rematrícula não excedam o valor total da anuidade escolar.


Vamos observar o exemplo a seguir:

ANUIDADE ESCOLAR:

R$ 15.600,00


Dividido por 12 mensalidade de

R$ 1.300,00


Sendo dividido por 13 mensalidades

R$1.200,00


Logo:

A prestação de serviço oferecida pelas escolas particulares constitui relação de consumo diferenciada. Assim, estudantes dos ensinos básico, fundamental, médio e superior são protegidos pelo Código de Defesa do Consumidor e pela Lei nº 9.870/1999, que dispõe sobre os reajustes, multas e inadimplência nas escolas.


Tem mais duvidas sobre matricula ou outro assunto? Vamos conversar, abaixo segue meu Linkedin onde você pode me seguir e tirar suas duvidas:



©2019 por Alessandro Caldonazo. Direitos Reservados.